quinta-feira, 26 de maio de 2011

Crowd Funding




"Financiamento coletivo ou crowdfunding é a obtenção de capital para iniciativas de interesse coletivo através da agregação de múltiplas fontes de financiamento, em geral pessoas físicas interessadas na iniciativa. O termo é muitas vezes usado para descrever especificamente ações na Internet com o objetivo de arrecadar dinheiro para artistas, jornalismo cidadão[1], pequenos negócios e start-upscampanhas políticas, iniciativas de software livrefilantropia e ajuda a regiões atingidas por desastres, entre outros." In Wikipedia


É o novo movimento de apoio ao pessoal criativo derivado da Globalização. Fantástico.
Parece-me que muito poucos conseguem o sucesso por esta via mas fica aqui a dica.



http://www.pozible.co.uk/

http://www.indiegogo.com/

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Calzedonia



Acho que este spot está muito giro. Está muito bem direccionado às mulheres e consegue transmitir uma mensagem bem delineada e muito emocional.

domingo, 22 de maio de 2011

Art can change the World




http://www.insideoutproject.net/


"(...) Art can change the way we the see the World"

The rise of the creative class

Picture of the Book ‘The Rise of the Creative Class’

 Richard Florida olha para nova economia e a forma como as empresas, as comunidades e as pessoas podem sobreviver e prosperar em tempos difíceis. Mostra-nos uma nova visão provocativa para repensarmos a nossa sociedade, como vivemos e como fazemos o que fazemos, hoje em dia.

Citação de Kotler

Diz Philip Kotler no seu último livro, Marketing 3.0:

"(...) A terceira força que dá origem ao Marketing 3.0 é a ascenção da Sociedade Criativa. As pessoas numa sociedade criativa são utilizadores preferenciais do hemisfério direito do cérebro, que trabalham em sectores criativos, como as ciências, as artes ou os serviços profissionais. Este tipo de sociedade, segundo a obra A Whole New Mind de Daniel Pink, é o nível mais elevado de desenvolvimento social na civilização humana. Este autor retrata a evolução humana desde o caçador primitivo, o agricultor e trabalhador manual que dependem dos seus músculos e que em seguida, evoluem para executivos de escritório, que usam sobretudo o hemisfério cerebral esquerdo para, por fim, progredirem para artistas que recorrem principalmente ao hemisfério direito. A tecnologia é uma vez mais o motor primário desta evolução. Estudos sugerem que, embora o número de pessoas criativas seja muito mais pequeno do que o número de pessoas da classe trabalhadora, o seu papel na sociedade é cada vez mais dominante."

Dizem alguns especialistas que neste novo cenário de abundância de produtos e serviços e principalmente numa altura de crise econômica e social, a criatividade poderá desempenhar um papel decisivo na diferenciação de produtos e serviços.
Talvez seja melhor arranjarmos alguns lugares na Assembleia da República para profissionais criativos...

Book Cover: Marketing 3.0

( A versão Portuguesa tem uma capa cor-de-laranja)